ROPE SKIPPING BRINCADEIRA DE CRIANÇA QUE VIROU ESPORTE!

Pular corda é uma brincadeira tradicional bem conhecida.

Mas você sabia que também é uma modalidade esportiva?

Sim! Iniciou-se na década de 60, nos Estados Unidos, como uma forma de tornar mais agradável o treino de condicionamento físico de atletas.

Foi esportivizado por professores de educação física.

Na tradução, Rope = corda e Skip = pular.

Consiste em realizar danças e acrobacias enquanto pula corda, no ritmo de uma música.

Pode ser realizado por uma única pessoa, com corda individual, em duplas ou grupos, com corda longa.

É praticado também com corda dupla.

Dentro da modalidade Rope Skipping existe a prova de Double Dutch, porém são  modalidades diferentes, quanto ao número de atletas, estilos de movimentos, tipos de cordas e regras.

Hoje em dia existem muitos grupos que treinam, fazem apresentações e participam de competições.

Nos campeonatos avalia-se o desempenho na agilidade, nível de dificuldade, rapidez,  qualidades e perfeição dos saltos. No caso de equipes, os desportistas são avaliados pela sincronia, trabalho em grupo, coreografia, criatividade e coordenação grupal.

No Brasil a primeira equipe surgiu em 2007.

Em 2008 foi criada a Confederação Brasileira de Double Dutch e Rope Skipping (CBDDRS).

O pular corda sempre foi muito utilizado pelos atletas para sua aptidão física, pois um treino bem sistematizado leva ao desenvolvimento, não só do sistema cardiovascular como também no desenvolvimento músculo-esquelético.

Pugilistas com freqüência adotam o salto à corda nos seus treinos. Assim como é também incluído nos treinamentos de variados desportos, desde o handebol até ao futebol, passando pelo ciclismo e atletismo (Cendali, 1977).

Atualmente o Rope Skipping continua a ser um excelente método de desenvolvimento da aptidão física.

É igualmente um ótimo conteúdo para se trabalhar na escola.

Seja com corda pequena, individual, com corda grande, em grupos, com uma ou mais cordas, dá para fazer uma variedade enorme de tipos de saltos.

Do mais simples aos mais complexos, com tempo é possível trabalhar em qualquer faixa etária.

Eu realizo com meus alunos nas aulas de educação física escolar e é pura diversão. Com os maiores, quanto mais desafiantes os movimentos, mais eles gostam.

DSC02077

Numerosas organizações de saúde importantes reconhecem os benefícios e recomendam pular corda.

Segundo Kalbyfleisch (1990), numa referência ao médico norte americano, Dr. Cooper, afirma que  a prática desta modalidade “gasta” o triplo das calorias que a corrida, e ou seja,  “queima” mais gorduras.

Para além disso, o Rope Skipping ajuda no combate às doenças do coração, à obesidade, à osteoporose e à diabetes.

Ajuda ainda a desenvolver a resistência cardiorrespiratória, agilidade, coordenação, velocidade, resistência muscular, flexibilidade, ritmo e equilíbrio. (Kalbyfleisch, 1990).

Ou seja, pode ser  uma atividade de lazer divertida ou uma atividade física intensa.

Com as vantagens de não precisar de equipamento caro nem espaço grande.

Se você vai tentar, aqui estão algumas formas de pular:

  • Salto duplo: O desportista realiza um salto onde a corda deve passar duas vezes sob seus pés.
  • Speed: O desportista deve saltar com os pés alternados, como se estivesse correndo no lugar.

  • Salto cruzado: O desportista deve cruzar os braços como se fosse dar um abraço nele próprio e pular a corda quando ela chegar a sua frente, perto dos seus pés, a seguir deve descruzar os braços e continuar a pular a corda de braços abertos.

  • Frog ou Parada de mãos: Ao saltar a corda individual, o desportista faz uma parada de mãos e volta para a posição em pé – sempre pulando a corda.

  • Tosta (Portugal): O desportista salta com um braço a frente outros atrás do tronco e salta de lado.

  • Cruzado (Portugal): Um dos braços cruza por baixo da perna.

images (1)

Na internet é possível encontrar vários vídeos de Rope Skipping para você se inspirar.

Divirta-se!

Fontes:

http://portal.esporte.gov.br/cen/detalhesEntidades.do;jsessionid=C0CE1BA4B628E4CAD698389C14CF0F42?idEntidade=59. Acesso em 12/10/2015

http://professoradeeducacaofisica.blogspot.com.br/search?q=rope+skipping. Acesso em 12/10/2015

(Algumas imagens são de arquivo pessoal e outras de domínio público na internet)

PRISCILA CRISTINE RIBEIRO

Professora de Educação Física em escola, mãe de um meninão esperto, colunista no blog Maria Babona e autora dos blogs www.maternoamoreterno.blogspot.com, www.professoradeeducacaofisica.blogspot.com eenergiaemovimento.blogspot.com.


3 comentários sobre “ROPE SKIPPING BRINCADEIRA DE CRIANÇA QUE VIROU ESPORTE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s