A escolha da escola, como decidir da melhor maneira.

A maternidade – em especial a primeira experiência – abre portas para universos completamente novos, porém, em grande parte das portas, ao abri-las, damos de cara com vários pontos de interrogação aguardando ansiosamente para serem solucionados. Sim, é normal e todas nós passamos por isso.

Uma destas interrogações, muitas vezes, é a escolha da primeira escola ou a transferência escolar, em especial durante os anos iniciais da vida da criança.

 

 

Além da dor no coração que algumas de nós sentimos ao separar das crias,  questionamentos costumam povoar esse momento, como a idade ideal para a matrícula (tema para outra postagem, prometo!), o fato da ausência da fala para os bebês relataram o dia e diversas outras nuvenzinhas que nos rondam.

 

Aqui, então, vão algumas dicas e aspectos para que você escolha a escola do seu filho de uma forma mais certeira:

 

Dinâmica cotidiana: verifique o horário letivo, possibilidades de flexibilização de horário caso necessário, a distância da sua casa e os pontos de pico de veículos. Escola é para ser solução e não um problema de trânsito, atribulações ou outros mais. Tudo ok? Vamos ao próximo.

 

Horário escolar: qual é? Te atende bem? É o que você espera para seu filho e é possível conciliar com seu trabalho? Há escolas com meio período, semi-integral e integral. Há outras que fazem a contratação por hora, permitindo uma maior flexibilidade no ajuste de horários, respeitando o mínimo exigido pela lei.

 

Visitação não agendada/ documentação: entendemos que os profissionais escolares possuem vários afazeres, porém, é legal se você puder visitar as escolas sem agendar. Você verá, talvez, um cotidiano mais real do ambiente escolar em pleno funcionamento e sentirá com mais veracidade o espaço. Peça também, se achar necessário, a documentação da escola, o projeto político pedagógico e o calendário escolar (sempre tem eventos extras).

 

Higiene e segurança: note se há janela com travas, objetos de lazer que ocorram riscos sem proteção, limpeza de banheiros, espaço de alimentação, se o parquinho tem uma boa manutenção, como funciona o esquema de entrada e saída, enfim… Verifique sem neurose, mas com o bom senso da mãe leoa que você é. 

 

Metodologia pedagógica: SUPER importante. Isso define toda a abordagem de recursos, atividades e principalmente objetivos na formação de criança, independente da fase em que esteja. Converse, pergunte e pesquise.

 

Cronograma de atividades: analise se são adequadas para a idade e a frequência semanal. Estímulos excessivos podem atrapalhar na concentração infantil e funcionam como um dos causadores de estresse precoce. Porém, a falta de atividades pedagógicas regulares e direcionadas também é negativa. Verifique se eles terão atividades extracurriculares, mas fique de olho se há momentos de pausa e recreação, que são mais do que fundamentais para o desenvolvimento global infantil.

 

Nutrição: caso seja a escola a providenciar a alimentação, confira o cardápio e o acompanhamento nutricional. É importante avisar caso seu pequeno seja alérgico a algum alimento e se a escola flexibiliza opções de alimentação quando necessário.

 

Indicações: sim, é óbvio que vale a pena analisar. Porém, nem sempre o que é bom para o filho do outro será bom para o seu, na sua concepção. Indicações são valiosas, porém, se informar é fundamental.

 

Intuição: Ah, sim… Eis o aspecto mais importante. Acima de mensalidade, distância, de ter um parque de diversões magnífico e professores pós-doutores, nada disso valerá se você não confiar na escola. Lembre-se: somos bichos. Temos instintos e, se o seu apitar, mãe, escute ele. Mas é importante separar alguma eventual insegurança, caso houver, da desconfiança com relação a escola. Analise e vá fundo. 

 

Você tem tudo para acertar.

 

São vários aspectos? Sim. Tem fatos que você só poderá se aprofundar mais quando seu filho já estiver estudando? Também. Porém, seguindo estes passos principais e o que você deseja para sua criança no âmbito educacional, ficará mais fácil analisar, decidir e fazer o melhor por vocês.

 

#tamojuntas! Até a próxima.

Maibi Mascarenhas

Receba Descontos e promoções exclusivas dos parceiros do Blog, clique AQUI

Gostou do post? Comente, avalie, compartilhe!!!


Um comentário sobre “A escolha da escola, como decidir da melhor maneira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s